Publicada: 22/06/2017 - 12:56:39

Ford e VW são favoritos em Curitiba. Palavra dos pilotos da Chevrolet!


imagem da noticia


A vida dos Celtinhas não será nada fácil em Curitiba por conta do câmbio que deixa a desejar na pista paranaense e turma da Chevrolet corre pensando em limitar ao máximo os danos e desvantagens.

Assim como o mundo dá voltas, o Campeonato Brasileiro de Turismo 1600 também gira. Depois de vencer com autoridade as duas primeiras corridas da temporada, em Cascavel, a turma da Chevrolet poderia ser considerada a favorita para o segundo encontro do ano, que acontece em Curitiba, mas não: na verdade eles mesmo admitem que o buraco será um pouco mais embaixo neste fim de semana.

"O câmbio do carro da Chevrolet não casa com o circuito de Curitiba. E é algo que não tem como mexer, então corremos com esse detalhe contra, que, somado à velocidade maior dos outros carros cria um belo desafio, mas creio que conseguimos andar entre os cinco primeiros", diz Paulo Bento, um dos principais nomes do Metropolitano de Marcas de Cascavel que entrou de cabeça no CBT 1600, chegando a perder mais de dez quilos para ser ainda mais competitivo e que lidera a Categoria B (voltada a pilotos menos experientes) em dupla com Caito Carvalho.

Líder do geral e da Categoria A, Caús Júnior compartilha da mesma opinião e relata uma experiência vivida em etapa do regional como referência. "É muito difícil encaixar um câmbio com a relação ideal em Curitiba, sempre fica devendo em alguma parte e até por causa disso vamos tentar é somar o maior número de pontos e limitar os danos e desvantagens. Falo isso pois corremos já no regional, somamos dois terceiros lugares e ficamos justamente atrás do Gol. Não será fácil!"

Segundo a turma da Chevrolet, os carros da Ford têm cerca de 20 cavalos de potência a mais que os outros, fazendo deles os favoritos junto da Volkswagen. Um dos principais pilotos do grid e lider do grupo dos Gols, Cesinha Bonilha não concorda muito com isso, não. "Está tudo bem equiparado e o Caús andou muito bem na etapa recente lá, não acredito muito nisso! Acho que vai ser a mesma briga de Cascavel, mas com menos diferença em relação aos outros. O Caús estava com um carro muito bem acertado em Cascavel e pegou a gente desprevenido."

Conhecedor profundo de todos os modelos do grid, inclusive ele tem Fords em sua equipe, Cesinha já concorda com Caús ao acreditar numa reação do Ka e do Fiesta neste fim de semana: "Os Ford tem mais potência mas não conseguiram acertar o 'chão' tão bem, mas acredito que em Curitiba eles vão aparecer mais forte." Quem corrobora dessa opinião é a também piloto da Ford, Larissa Cruzeiro: "É um carro forte e resistente em todos os sentidos. A Ford tem capacidade de enfrentar de igual para igual os VW e Chevrolet".

A verdade nós começaremos a saber no primeiro dos três treinos livres que antecedem a classificação na sexta-feira, marcado para as 10h05. As duas corridas acontecem no sábado, às 9h40 e 11h50.

 

Confira os horários da segunda etapa neste fim de semana em Curitiba:
 
Treino Livre 1: sexta (23), 10h05 às 11h05
Treino Livre 2: sexta (23), 13h00 às 13h30
Treino Livre 3: sexta (23), 14h40 às 15h10
Tomada de tempos: sexta (23), 16h20 às 17h10
Corrida 1: sábado (24), 9h40 (30 min + 1 volta)
Corrida 2: sábado (24), 11h50 (30 min + 1 volta)
 
 
Sobre o Brasileiro de Turismo 1600
 
Após mais de 20 anos longe das pistas, o Brasileiro de Turismo foi ressuscitado por iniciativa da CBA e tem toda sua organização feita pela Scuderia JK Empreendimentos Automobilísticos, com o objetivo de retomar os tempos de glória dos anos 80 e 90, quando contou com pilotos do quilate de Ingo Hoffmann, Paulo Gomes, Toninho da Matta, Andreas Mattheis, Amadeu Rodrigues e Fabio Sotto Mayor, entre muitos outros.
 
O regulamento permite a presença de carros fabricados no Mercosul a partir de 1995 das fabricantes Chevrolet, Volkswagen, Ford, Fiat, Renault, Peugeot e Citroen adaptados para competição e que respeitem as características estéticas e mecânicas dos veículos, cujos motores precisam ter até 1.6L de capacidade cúbica. Com transmissões pela internet, o campeonato é dividido em três categorias (A, B e Master) e consiste de rodadas duplas com duração de 30 minutos mais uma volta.
 
 


CONTATO:

ABS SPORTS
Bruno Vicaria/Anselmo Branco

PATROCINADORES


Barulho de Motor
Hotéis Pamplona

© 2017 • BARULHO DE MOTOR

feed
Desenvolvido por CF